21 maio 2018

A Marquesa

Oi amores! 💜

Não sei se vocês sabem, mas sou apaixonada por romances, principalmente os de época, mas como gosto muito, fico com medo de fazer resenhas sobre eles e acabar estragando o livro. *risos*
Esses tempos, recebi uma notícia linda. Foi uma surpresa saber que uma amiga autora que eu já li todas as suas obras contemporâneas decide se aventurar no mundo dos romances de época. Eu pirei. Incentivei. E confesso que fiquei com um pouco de receio. Mas ao ler “A Marquesa” todo o receio foi embora e eu não vejo a hora de ler os próximos livros da série.
Título: A Marquesa
Série: Damas Perfeitas
Autora: Nahra Mestre
Gênero/Ano: Romance de Época/2018
Editora: The Books
Onde encontrar: Amazon / Site da Autora
Sobre a série:
A série Damas Perfeitas retrata as mulheres que se escondiam atrás das convenções sociais impostas no século XIX, na Era Vitoriana. Nessa época, quando o conceito de "amor romântico" passa por profunda transformação, existiram algumas que desafiaram as regras e fizeram a diferença na história do Reino Unido. Apesar da aparência frágil e submissa, elas tiveram um papel fundamental nas relações sociais e políticas de seus maridos. Por trás dos homens e com muita sensibilidade, fizeram história no período Pós- Revolução Industrial.
Sinopse de “A Marquesa”:
“Nos palcos da aristocracia inglesa do século XIX, Sarah Granville Anson descobre, ainda muito jovem, que foi prometida para o primo Thomas Hervey, futuro marquês de Bristol.
Enquanto ela se prepara para ser a esposa perfeita, Thomas torna-se cada vez mais contrário a qualquer tipo de sentimento.Uma dama apaixonada, que faz de tudo para conquistar o amor do futuro marido, ainda que com artifícios inapropriados para a sociedade conservadora em que vive. Um cavalheiro marcado pelo passado, avesso ao amor, mas que se vê envolvido pelos encantos de Sarah a cada dia.Quando Thomas se der conta de que ela é o amor de sua vida, pode ser tarde demais.Um romance de época, que retrata uma mulher à frente de seu tempo e que levará o leitor (a) a uma deliciosa viagem pela Era Vitoriana.
Você irá se apaixonar.”

Tudo começa com Thomas, futuro marquês de Bristol precisando de uma esposa para ser sua marquesa. Seu avô escolhe sua prima Sarah, que apesar de ser muito nova e não querer se casar aceita sua nova vida e se dedica ao máximo para agradar seu futuro marido.
Determinada a moça faz de sua missão e objetivo de vida aprender tudo sobre seu marido e como apoiá-lo em tudo, principalmente politicamente, pois ela sonha com o dia em que as mulheres terão os mesmo direitos que os homens e ela poderá fazer parte do parlamento.
Ambos têm seus pontos fortes, o que me deixou feliz, pois quando as autoras enaltecem as mulheres elas se esquecem de colocar um equilíbrio para que o relacionamento entre eles fiquem um fodão e uma banana ou ao contrário.
Eu amei conhecer o lado inteligente da Sarah e algumas vezes até superior ao Thomas, e isso não é uma crítica.
Ela tem pontos fortes que ajudaram tanto o marido como toda a família, e pensa em coisas para ajudar a sociedade.
Ele é uma jovem que apesar da pouca idade, sempre soube o que quer, enquanto a sociedade tenta moldá-la com seus costumes, que em público ela usa-os quase que perfeitamente, em sua casa ela consegue ser ela mesma, não se esconde atrás de um homem ou um título que recebeu.
Thomas apesar de pouco retratado, é um jovem incompreendido ao meu ponto de vista. Sempre quis ser ouvido pelo pai e provar que pode ser alguém melhor que ele.
Sarah se apaixona por Thomas e é completamente devotada a ele. Já Thomas é avesso ao amor. Será que ela conseguirá conquistar o coração de Thomas? Segredos sórdidos de família poderão acabar com o amor de Sarah?
Não é apenas um romance, mas um livro que nos faz olhar em frente ao espelho e refletir sobre o nosso verdadeiro eu e sobre o eu que mostramos ao mundo.
Nahra consegue escrever de forma elegante e algumas vezes lírica. Conseguiu retratar a Era Vitoriana como pouco se lê nos romances, com detalhes e curiosidades da cultura e etiqueta inglesa daquela época. Mostrando-nos que as mulheres também tinham um lugar importante junto aos homens daquele tempo.

A autora - Nahra Mestre
Escrever foi algo inusitado. Quando nova, nunca fui uma amante da literatura, minha paixão sempre foram os números. Descobri o prazer da leitura na terceira década de vida. Devorei, mastiguei, engoli e não consegui mais parar.
Sem pensar muito resolvi criar histórias. Escrever foi uma catarse, onde encontrei um pedaço que me faltava.
Meu primeiro livro foi escrito em 2015 e depois que esse bichinho maluco e inusitado me picou não consegui mais parar.

É isso amores, espero que gostem tanto quanto eu gostei.
Deixe seu comentário, sua opinião.
Beijinhos, Kim.

3 comentários

  1. Eu também fiquei como você, quando a autora disse que ia escrever romance de época, mas agora eu digo ela nasceu para isso. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela realmente nasceu para escrever, Gil. <3
      Obrigada pelo carinho. Beijinhos, Kim.

      Excluir

© BLOG MODERNO À MODA ANTIGA- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por