13 maio 2018

O Tratado dos Pés Descalços

Oi amores! 💜
Quem aqui gosta do folclore brasileiro? Nossa cultura e lendas? Se você gosta vai amar a dica de leitura de hoje. Se não gosta confira essa dica e tenho certeza que vai querer dar uma chance.
“O Tratado dos Pés Descalços” é o primeiro livro da série “Pindorama” do autor Guilherme Viana e foi publicado pela Editora Skull. Como parceira da Skull, pedi para ler o livro, pois amo histórias infanto-juvenis com aventuras e tive a oportunidade de conhecer essa história.

Livro: O Tratado dos Pés Descalços
Série: Pindorama
Autor: Guilherme Viana
Gênero/Ano: Infanto-juvenil / 2018
Editora: Skull
Onde encontrar: Loja Skull
Sinopse:
“André é um menino brasileiro que sempre teve uma vida complicada. Em seus doze anos de idade, sempre foi tratado com desprezo, ou excesso de cuidado, e tudo isso porque nasceu sem uma das pernas. Seu pai se esforçava ao máximo para provar que ele poderia ser tão feliz quanto qualquer jovem de sua idade.As coisas começaram a mudar após André ter aulas de folclore com a professora Monã. Ele acabou descobrindo que tudo era real: os Curupiras, a Mula-sem-cabeça e muitos mais. André descobriu, também, o principal: ele é um Saci, um ser mágico capaz de manipular os ventos. O garoto então parte para uma aventura por um Brasil que ele não conhece, acaba fazendo novos amigos e se deparando com lendas vivas e criaturas aterradoras. Nessa aventura, algumas coisas sinistras têm acontecido nas florestas... E André acaba envolvido em toda a confusão.”

O autor usa do nosso rico folclore de uma forma mágica como o assunto deve ser tratado, escreve de uma maneira limpa e nos deixa curiosos ao fim de cada capítulo. O que me fez ler o livro em algumas horas.
Guilherme consegue misturar o folclore com os acontecimentos do dia-a-dia de um adolescente.
André é um garoto negro de 12 anos que nasceu sem a perna esquerda, sempre achou que isso era um defeito nele, mas seu pai sempre tentou mostrar a ele além da deficiência, mesmo que superprotegendo o garoto.
“Sua deficiência não podia impedi-lo de viver”
Morador do Rio de Janeiro, ele muda de escola. Nessa nova escola tem aulas com a professora de história e cultura brasileira Monã, após sofrer muito com o bullying de outros alunos ele decide enfrentar o valentão e tem uma grande surpresa.
Alguns dias após a briga a turma é levada para um passeio na Floresta da Tijuca e assim André descobre que tudo o que aprendeu nas aulas de Monã é real e que ele faz parte do mundo mágico do folclore.
André precisa enfrentar o Conselho do Tratado dos Pés Descalços por ter violado o tratado e feito truques na frente dos karis.
O Bambuzal é o lar dos Sacis e lá ele aprende a cultura do seu povo.
Em Pindorama, o garoto se encontra com diversas criaturas como Curupiras, Botos, Iaras, também conhece a Vitória Régia, a Caipora, o Boitatá, o Homem do Saco, a Loira do Banheiro - Dama de Branco, alguns Capelobos, a Mula-sem-cabeça, o Negrinho do Pastoreio e até mesmo o pior pesadelo das crianças, principalmente as karis, a Cuca. Tudo isso em uma aventura apaixonante com seus novos amigos Dandara e Cauã.
No Bambuzal ele descobre que nosso país é um lugar mágico e é conhecido como Pindorama pelos seres mágicos, e tenho que confessar que mesmo que Pindorama não for um lugar com truques/magia, continua sendo um lugar mágico. Você já parou para observar o mundo a nossa volta e ver como é mágico, o homem, a natureza ao nosso redor, os ventos, o sol, a chuva, a lua e as estrelas, tudo ao nosso redor tem um quê de magia.
Agora que você já parou para observar o mundo a sua volta, que tal pegar um livro e conhecer como três jovens vão enfrentar seu pior pesadelo e ainda construir uma amizade?

O autor

Guilherme Viana é designer e mora no subúrbio carioca. Tem a mania de escrever em qualquer lugar oportuno – até em pé num ônibus, por exemplo. Desde pequeno sempre teve interesse por criar personagens e enredos de Fantasia, mas começou a escrever ficção somente aos 21. “O Tratado dos Pés Descalços” é o seu propulsor na carreira literária.


É isso. Espero que gostem tanto do livro quanto eu gostei.

Deixe sua opinião sobre o livro. Gostou da resenha?


Beijinhos, Kim.

Nenhum comentário

Postar um comentário

© BLOG MODERNO À MODA ANTIGA- TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | Design e Programação por